Polícia recaptura fugitivo do PB1, considerado um dos mais perigosos assaltantes de banco e carro-forte da Paraíba

 

Um homem foragido do PB1 foi recapturado na manhã desta terça-feira (20), na cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa. A prisão foi realizada pela Polícia Civil da Paraíba, através do trabalho investigativo da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Capital, sob a coordenação do delegado Bruno Victor. 

O foragido da Justiça é conhecido por ser um dos maiores assaltantes de banco e grandes empresas na Paraíba.

Segundo o delegado Bruno Victor, o homem é conhecido por “Dom” e era um dos fugitivos do presídio PB1, em João Pessoa.

“Ele vinha sendo monitorado pela DRE há algum tempo e hoje conseguimos localizá-lo na cidade de Bayeux com cerca de dois quilos de crack, realizando a prisão em flagrante”, disse.

Ainda segundo Bruno Victor, além de assaltos a bancos, o preso era o chefe de uma quadrilha responsável por assaltos a grandes empresas, como distribuidoras de alimentos e carros-fortes. Ele também estava com documentos falsos e já havia sido preso pela PRF no Rio Grande do Norte e foi trazido para a Paraíba, mas estava em livramento condicional.

“Com isso a Delegacia de Repressão a Entorpecentes passou a acompanhar suas ações. Nossos agentes identificaram que ele estava desenvolvendo o tráfico de drogas novamente, mesmo na condicional, e hoje fizemos a abordagem. Ele é extremamente perigoso, já trocou tiros com o GOE (Grupo de Operações Especiais) em outro momento, mas agora está de volta ao  presídio”, concluiu.

A população pode colaborar com a Polícia Civil fazendo qualquer tipo de denúncia através do número 197 (Disque-Denúncia). A ligação é gratuita e anônima, o que garante o sigilo absoluto sobre a identidade do denunciante.

clickpb



Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments :

Postar um comentário