Aras é indicado novamente a PGR e manutenção significa conivência com “poderosos”

 


O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira que encaminhou ao Senado a recondução de Augusto Aras ao cargo de procurador-geral da República. O mandato de Aras, de dois anos, só vence em setembro.

“Encaminhei ao Senado Federal mensagem na qual proponho a recondução ao cargo de Procurador-Geral da República o Sr. Antônio Augusto Aras”, escreveu Bolsonaro em sua conta no Twitter.

Em quase dois anos no comando da instituição, Aras enfrentou diversas crises internas e cobranças sob acusação de ser omisso na fiscalização do presidente Jair Bolsonaro, principalmente referente à pandemia da Covid-19. Tramita no Conselho Superior do Ministério Público Federal até mesmo um pedido de investigação contra Aras por suspeitas de omissões no exercício da função.

O anúncio foi feito por Bolsonaro em meio a articulações feitas por Aras junto a senadores pela vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Bolsonaro indicou o advogado-geral da União André Mendonça para o posto, mas seu nome ainda será analisado pelo Senado. Nos bastidores, senadores do MDB defendiam que fosse viabilizado o nome de Aras no lugar de André Mendonça.

Blog do Felipe Silva



Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments :

Postar um comentário