ATERRORIZADOS: ‘Invasão’ de aranhas gigantes assusta moradores de bairro nobre

 


Moradores do bairro Buritis, na região oeste de Belo Horizonte, ficaram aterrorizados com uma visita inesperada dentro dos apartamentos: aranhas “gigantes”, com cerca de 15 centímetros e aparência silvestre.

Flávia Prado foi uma das pessoas que avistou o aracnídeo. A administradora fotografou ontem o “bichinho” escalando o teto de sua casa, no 8º andar do prédio, localizado em uma região bastante urbanizada.

“Fiquei muito desesperada! Como tenho filhinhas pequenas, eu logo pensei: vai matar minhas meninas!”, comentou ela, em relato ao UOL. Dias antes deste registro, outro exemplar da aranha foi visto pelos moradores na área privativa do condomínio.

A espécie em questão se assemelha à armadeira, que, além de maior que as outras, também pode ser perigosa para os humanos, já que é peçonhenta e tem uma picada dolorosa.

Depois que Flávia postou a foto em um grupo do bairro no Instagram, diversas pessoas da região afirmaram que também presenciaram a mesma cena e, em alguns momentos, questionaram “qual bicho seria esse”.

Uma delas, Poliana Andrade, disse: “No meu prédio está lotado por causa da mata aqui do lado”.

No fórum, vários confirmam terem visto aranhas “gigantes” nos últimos dias e destacaram para a necessidade de cuidados extras diante da situação.

“Está mesmo aparecendo aranha armadeira, tomem bastante cuidado, tem que chamar o pessoal do Meio Ambiente ou os bombeiros”, alertou a moradora Denise Ferreira.

Especialista alerta para picada

Em entrevista ao UOL, o biólogo Tiago dos Santos afirmou que “muito provavelmente” o animal é uma aranha da espécie armadeira.

“Ela é peçonhenta e pode ser perigosa sim, no sentido de que a picada, com veneno neurotóxico, pode levar a uma dor muito intensa e, por consequência, a quadros de desmaio, confusão mental, vômito ou taquicardia”.

Além disso, segundo ele, o efeito pode ser ainda maior em bebês e idosos, que têm imunidade, força e metabolismo mais frágeis. “Uma situação dessa demandaria atendimento médico de urgência”, destacou.

O especialista ainda orientou sobre o procedimento correto diante das aranhas, explicando que não é aconselhável tentar pegar a armadeira por conta própria ou retirá-la com vassoura ou algum utensílio, já que ela tem um mecanismo de defesa relativamente agressivo. Ele pondera que isso é um instinto natural, mas faz o alerta:

“É claro que não são monstros. Mas aconselho a qualquer pessoa não retirar ela sozinha, é preciso chamar a Zoonose. Ameaçada, ela pode dar saltos de mais de um metro e alcançar a pessoa. É uma forma de se defender. Se você viu uma, liga para a Zoonose ou Bombeiros”, alertou.

A espécie

A armadeira, aranha do gênero Phoneutria, também é conhecida como aranha-macaco ou aranha-de-bananeira, pertencentes à família dos ctenídeos.

O nome comum armadeira vem da sua posição de ataque, quando as patas dianteiras ficam erguidas e rígidas.

Geralmente, elas entram em ambientes habitados por humanos quando estão à procura de comida ou mesmo de abrigo, e se escondem em roupas, armários e sapatos. Quando incomodadas, podem picar de maneira “furiosa” para se defender.

Créditos: Uol




Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments :

Postar um comentário