DOIS DESVIOS: Enfermeira paraibana fura a fila de vacinas e imuniza o pai e a mãe em cidade onde eles não residem

 Na tarde desta quarta-feira (25), a redação do Polêmica Paraíba recebeu uma denúncia de de mais um caso de fura-filas de vacina no estado.

A denúncia da vez é de uma enfermeira do município de Alagoa Grande que trabalha em Juarez Távora e fez dois desvios de vacinas para vacinar os seus pais.

De acordo com informações chegadas a redação do Polêmica Paraíba, a enfermeira Amanda Costa teria desviado as vacinas para vacinar sua mãe que nasceu em 02/10/1953 e seu pai que nasceu em 03/07/1951, ambos são idosos mas ainda não estavam na idade de receber a vacina, de acordo com o plano de vacinação.

As fotos dos idosos recebendo as vacinas foram postas pela própria enfermeira no seu status do WhatsApp. Ela mesma aplicou a vacina.

A redação do Polêmica Paraíba entrou em contato com um vereador do município que confirmou o desvio de vacinas, de acordo com ele, a enfermeira é concursada na cidade e levou os pais de Alagoa Grande para vaciná-los em Juarez Távoas.

Câmara aprova projeto que criminaliza o ‘fura-fila’ da vacinação
O Senado aprovou  um projeto que prevê detenção de 1 a 3 anos e multa para quem desrespeitar a ordem de prioridade da vacinação estabelecida pelo poder público durante situação de emergência de saúde pública.
Pelo texto, que altera a lei do Programa Nacional de Imunizações (PNI), a pessoa que furar a fila ou ajudar outra pessoa a furar terá a pena aumentada se for autoridade ou funcionário público e souber da irregularidade.

Polêmica Paraíba




 


Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments :

Postar um comentário