Justiça condena João de Deus a mais 40 anos de prisão por crimes sexuais


Esta sentença se refere a crimes cometidos contra cinco mulheres durante atendimentos espirituais em Abadiânia. Condenado sempre negou as acusações.
A Juíza Rosângela Rodrigues Santos condenou João de Deus, de 78 anos, nesta segunda-feira (20) a mais 40 anos de prisão por crimes sexuais cometidos contra cinco mulheres. Esta sentença acolheu denúncia do Ministério Público de Goiás enviada em março do ano passado. A defesa pode recorrer ao Tribunal de Justiça de Goiás.
Esta condenação é a segunda assinada pela juíza por crimes sexuais. Na primeira, em dezembro de 2019, João de Deus foi condenado a 19 anos de prisão por abusos sexuais contra quatro mulheres. A terceira condenação, também do ano passado, foi por posse ilegal de arma de fogo, a quatro anos de prisão em regime aberto.
A juíza ainda tem 10 processos penais em seu gabinete aguardando resposta de Judiciários de outros estados para voltar a andar. A magistrada explica que não há um prazo para decidir sobre esses processos porque foram enviadas cartas precatórias para o Rio Grande do Sul, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Pernambuco, por exemplo.
Tramitam na Comarca de Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal, processos envolvendo 50 vítimas, ao total, e foram julgadas ações referentes a 41 mulheres, segundo a juíza. A magistrada destaca que as condenações já publicadas ainda não foram transitadas em julgado, e as duas primeiras têm recurso tramitando no Tribunal de Justiça de Goiás.
“O julgamento dessas demais ações é imprevisível porque tem testemunhas que são de fora e precisamos aguardar retorno de outros juízes para que os processos estejam maduros para julgamento.
clickpb
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário