Bebê morre após ser torturada e estuprada por amigo da família; criança teve a parte íntima rasgada

A menina Nariah, de um ano e cinco meses, morreu após ser torturada sexualmente em Richmond, na Virgínia, nos Estados Unidos. A tragédia aconteceu quando sua mãe, Aija Brown, pediu a Barron Spurlock para cuidar da criança por alguns minutos. Na volta, Brown encontrou a criança com ferimentos graves. O bebê morreu por complicações relacionadas à lesões no tronco, dias após o estupro.

Acusado de assassinato e abuso sexual, Spurlock, que tem 25 anos, foi detido pela polícia. Ele era um conhecido da família há anos e antes do ocorrido, a criança já tinha ficado sob os cuidados dele sem nenhuma fatalidade acontecer.

Ao Richmond Times-Dispatch, a mãe disse que se despediu da filha dizendo que a amava. “Eu vou deixar você com Ele. Estarei com você logo menos e vamos nos encontrar lá em cima e vou ter você nos meus braços mais uma vez”, disse à criança.


O tenente Erland Marshall, responsável pelo caso, disse que a investigação deixou sua equipe em situação “emocionalmente complicada” devido à idade de Nariah e aos ferimentos que a menina sofreu nas partes íntimas.



PN
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário