Damares defende ampliação da licença maternidade para um ano

Polêmica, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, surpreendeu. Apesar das posições sempre conservadoras, ela defendeu, em entrevista a Gustavo Uribe, da Folha de S.Paulo, e Constança Rezende, do UOL, a ampliação da licença maternidade remunerada para um ano.

Atualmente, a legislação prevê afastamento de quatro meses. Ela também quer o aumento da licença paternidade, que hoje é de cinco dias.

Em relação ao assassinato da menina Ágatha, em ação da polícia do Rio de Janeiro, Damares disse: “Estava pronta para me pronunciar. Na verdade, tenho feito manifestação em diversos episódios que envolvem violência contra crianças. Trinta crianças são assassinadas por dia no Brasil. Essa marca precisa deixar de existir. No caso específico da menina Ágatha, em que eu inclusive chorei muito quando assisti ao vídeo de seu avô, não me pronunciei quando vi que estavam usando esse episódio para um embate político desnecessário. Não respeitaram a dor da família. Eu acho ridículo fazer esse debate em cima da morte de uma menina”.

Em outro assunto polêmico, a ministra criticou a ação do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, que tentou censurar, na Bienal, uma história em quadrinhos mostrando um casal homossexual se beijando.

“Não, não defendo (a censura). Porque, se o material era para adulto, não era para criança, e se o pai quiser comprar e dar para a criança, a criança pertence à família. Se a família acha que deve dar, a família dá”, disse. Informações da Revista Fórum.




Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário