TCE rejeita embargos e mantém reprovação das contas de Antonio Justino em Dona Inês

O Tribunal de Contas do Estado, reunido na manhã desta quarta-feira (14), Sob a presidência do conselheiro Arnóbio Alves Viana, o TCE realizou sua 2232ª sessão ordinária do Tribunal Pleno com a presença dos demais membros do colegiado. Foram rejeitados os Embargos de Declaração manuseados pelos ex-prefeitos de Dona Inês, Antônio Justino de Araújo, referente ao Acórdão APL-TC-00242/18 que reprovaram suas contas em maio de 2018, e de Umbuzeiro, Thiago Pessoa Camelo, contra decisão consubstanciada no Acórdão APL-TC-00278/19. O Pleno entendeu pelo conhecimento dos embargos, no entanto, em ambos os casos, as decisões não vislumbram os requisitos previstos para o provimento da peça recursal.

O TCE ainda emitiu pareceres pela aprovação das contas de 2018, relativas às prefeituras de Pedra Branca, Curral Velho, Bernardino Batista, Cajazeiras e São Domingos. Também a prestação de contas de Mulungu, referente a 2017. Do exercício de 2015 as PCAs de Barra de Santa Rosa (por maioria) e Natuba de 2015, assim como o processo de Sapé (2013). A Corte ainda emitiu Parecer Contrário às contas de Ingá, no exercício de 2015.

Recursos – O Pleno negou provimento ao Recurso de Reconsideração interpostos pela ex-prefeita de Mulungu, Joana Darc Rodrigues Bandeira, face decisão do TCE, consubstanciada no Acórdão APL-TC-00066/19, emitido quando da apreciação das contas anuais do exercício de 2016. No processo que trata da Verificação de Cumprimento de decisão, face o Acórdão APL-TC-00011/18, os conselheiros decidiram pelo encaminhamento do processo para análise na prestação de contas de 2018.



Da Redação 
Do ExpressoPB
Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário