Justiça cassa mandato do prefeito de Taperoá por compra de votos

O prefeito de Taperoá, Jurandi Gouveia Farias, e seu vice, Francisco Antônio da Silva Filho, tiveram o mandato cassado depois de ser acusado de compra de votos. A decisão foi do juiz da 27ª zona eleitoral, Carlos Gustavo Guimarães Barreto, que determinou a realização de novas eleições. Enquanto não ocorre a escolha eleitoral, quem passa a responder interinamente é o presidente da Câmara.

A sentença de cassação ainda prevê a inelegibilidade do prefeito por oito anos e uma multa de 101 mil UFIR.

Jurandi é acusado de condutas vedadas como a perfuração de poços artesianos e a contratação de servidores temporários, além de exceder o limite de gastos com publicidade em ano eleitoral.

O advogado de Jurandi, Rodrigo Lima Maia, disse ao ParlamentoPB que o gestor ainda não foi notificado da decisão, o que deve acontecer somente amanhã. “Vamos estudar o recurso cabível, mas posso adiantar que vamos recorrer e de acordo com a legislação aprovada na minirreforma eleitoral no ano passado, o recurso permite que o prefeito responda no cargo até que haja o julgamento”.



Parlamento PB

Share on Google Plus

Postado por: Revista Novo Perfil

“O Mundo não lembra dos que não se fazem lembrar”. Anuncie Conosco. Contato: TIM (83) 999-386-921 E-mail: revistanovoperfil@hotmail.com
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário